Treinamento

Escalar o Aconcágua com sucesso irá depender de 3 fatores:

  1. Preparo Físico
  2. Preparo emocional
  3. Experiência
paula_kapp_IMG_6821

Ter escalado outras montanhas nos Andes é essencial para ter sucesso no Aconcágua.

Estes 3 fatores estão inter-relacionados através do terceiro fator que é o principal: Ter experiência.

Tendo experiência você já terá vivido as dificuldades da escalada em uma alta montanha e isso te proporcionará o preparo emocional. Parece brincadeira, mas muita gente que tenta escalar o Aconcágua nunca sentiu exaustão na vida e quando ficam cansados na montanha (o que é normal), acham que estão sendo afetados por algum problema relacionado à altitude.

Tentar escalar o Aconcágua sem ter ido para nenhuma outra montanha de altitude na vida é pular etapa. Não se escala a montanha mais alta dos Andes sem ter ido antes para outra menor.

Ter experiência prepara também no preparo físico. Por mais que uma pessoa faça academia, corra e treine, não existe treino melhor que o treino específico e neste caso o melhor treino para escalar o Aconcágua é praticar montanhismo.

P1190037

Praticar montanhismo no Brasil é o melhor caminho para  escalar o Aconcágua

Montanhistas amadores de final de semana no Brasil se dão muito melhor que ultramaratonistas, pessoas que fazem Iron Man, Triathlon, Cross fit etc. Sim, ir todos os finais de semana pernoitar em montanhas triviais de nossas serras como Agulhas Negras, Travessia Petrópolis x Teresópolis, Serra Fina, Pico dos Marins, Pico Paraná, Serra do Quiriri, etc, te prepara melhor do que treinos de alta performance, por que?

Isso acontece porque treinamentos de alta performance não costumam durar muito. Se você corre 10 km todos os dias, estará preparado para uma atividade intensa de 1 hora ou 2, mas será que aguentará um dia inteiro? No montanhismo e isso não é diferente no Aconcágua, andamos o dia inteiro e nos recuperamos dormindo em sacos de dormir dentro de barracas. Se você estiver acostumado, dormir nas barracas no Aconcágua será normal, mas será que um atleta de Cross Fit está acostumado com isso? Será que ele consegue dormir num saco de dormir, no chão de uma barraca?

Outra coisa, na montanha andamos com um lastro que são as mochilas. Correr um Iron Man irá acostumar nossas costas com o peso extra dos equipamentos?

Todos estes questionamentos nos fazem concluir que de fato praticar montanhismo no Brasil irá nos preparar para escalar o Aconcágua.

No entanto, é claro que o Aconcágua é mais exigente para mente, o que nos obriga a ter experiências em escalar outra montanha andina.  Leitura obrigatória do texto abaixo!

:: Cordón del Plata e Aconcágua. Artigo de autoria do experiente guia de montanha Pedro Hauck onde ele explica o porquê é obrigatório ter experiência em escaladas em montanhas outras montanhas andinas antes de tentar escalar o Aconcágua e ainda dá dicas de como se preparar no Cerro Plata, montanha de 5950 metros também em Mendoza na Argentina.

Quais montanhas andinas posso escalar para me preparar para o Aconcagua?

Montanhas mais fáceis e mais baixas. Recomendamos alguns roteiros com instrução técnica:

O Aconcágua também é mais exigente fisicamente para o corpo que as montanhas brasileiras. Neste caso, além de praticar montanhismo regularmente, 6 meses antes de começar uma expedição ao Aconcágua vale a pena fazer um treino de fortalecimento das pernas, do tronco e também cardiorrespiratório. Isso significa que deverá se matricular numa academia, fazer exercícios regulares e correr. Leia mais:

:: Preparação Física x Alta Montanha – Artigo do site AltaMontanha.com

O importante é que antes de você embarcar para a montanha esteja fazendo trilha rápido, montando e desmontando a barraca com agilidade. Esteja se sentindo forte e muito bem, percorrendo caminhos nas montanhas com facilidade e que no término de um final de semana de montanhismo esteja sem ácido lático nas pernas e se recuperando rápido do esforço. Tudo isso estando ambientado com seus equipamentos e sentindo-se confortável em dormir numa barraca, em comer comidas de montanha.

Há que se lembrar que a parte final de sua preparação física ocorrerá no Aconcágua durante a aclimatação e seu treinamento tem que ter em mente que seu ápice físico será durante o cume. É preciso ter cuidado para ter problema de “over training”, senão você pode chegar na montanha lesionado ou em baixa.

Para finalizar deixaremos o link para o excelente artigo do expert Maximo Kausch, o montanhista com maior experiência em montanhas andinas, sobre sua visão de como deve ser o treinamento para uma escalada em montanha de altitude:

:: Treinamento e preparação para montanhas de altitude. Dicas de como se preparar para escalar o Aconcágua e outras montanhas altas por Maximo Kausch

Cume do Aconcágua - Foto de Adrian Lyons

Chegar ao cume do Aconcágua depende de preparo e dedicação.

Comments are closed